Trajetória de Marcus Roggero, co-fundador da InfoPrice

Marcus Roggero

Marcus Roggero nunca se viu como empreendedor antes de começar seu trabalho na InfoPrice.

 

Mesmo assim, suas primeiras experiências em cargos de liderança começaram cedo: aos 17 anos, quando cursava Engenharia Civil na Universidade de São Paulo, Marcus Roggero recebeu a vice-presidência do grêmio estudantil da Poli para gerir. Era uma verba alta que circulava ali, exigindo uma responsabilidade tremenda.  

Embora jovem e com pouco (ou nenhum) interesse em empreender até aquele momento, as competências de Marcus eram ideais para o cargo: ele era alguém com uma boa visão técnica, com muito interesse por números, estudioso e bastante organizado.

Depois disso, a experiência profissional o levou para a rotina corporativa, de empresas como Gafisa e Ernst & Young. Mas, na verdade, Marcus não se encontrou em nada que fazia. Mesmo não planejando nada relacionado a empreender, ele apenas sabia que nenhum dos empregos que teve o preenchia completamente. A inflexibilidade de horários e a falta de propósito no ambiente corporativo simplesmente não eram para ele.

O começo na InfoPrice

Durante um de seus estágios, o amigo Paulo o chamou para um projeto que seria algo como “o Buscapé do mundo físico”, ou seja, o comparador de preços mais conhecido daquela época, porém offline. Com a capacidade técnica e organizativa de Marcus o projeto poderia ser aperfeiçoado e se tornar uma realidade.

Marcus aceitou participar do projeto, mas com poucas pretensões sobre a startup que estavam criando. Ele era comprometido com tudo o que precisava fazer e, embora os estágios fossem incompatíveis com as expectativas dele, não haviam tantos sonhos e perspectivas sobre o que se tornaria a InfoPrice.

A rotina de Marcus Roggero nesse período era a seguinte: ele havia sido contratado como trainee na multinacional Ernst & Young, onde cumpria uma jornada de 8h por dia. Saindo dali, ele ia direto para a InfoPrice onde passava trabalhando no turno da noite.

O projeto da empresa havia sido aceito no programa de aceleração Startup Farm e havia muito trabalho pela frente. Como passava menos tempo dedicado ao projeto, uma vez que tinha seu emprego fixo, sugeriu abrir mão de uma parte da participação na empresa.

Houve muito estudo e mentoria durante essa etapa, segundo Marcus. Ler e estudar foi essencial, mas a mentoria era ainda mais produtiva, visto que grandes profissionais compactavam os pontos mais desafiadores e aprendizados mais importantes de suas histórias em pouco tempo. Com isso, havia espaço para novas histórias e experiências a serem compartilhadas.

O projeto foi se profissionalizando cada vez mais, atraindo investidores, de forma que começou a gerar algum retorno pelo empenho dedicado até então.

3 projetos inesquecíveis

Entre os primeiros projetos, Marcus menciona um deles, feito no final de 2013, para o Procon. Como a InfoPrice ainda estava pouco sofisticada, o sistema de coleta de preços era feito à mão.

Outro projeto marcante foi o da HomeRefill, cliente da empresa até hoje, e que naquela época estava dando seus primeiros passos,  assim como a InfoPrice.

O projeto feito para a Proteste também foi marcante. O contrato de R$25 mil gerou muito aprendizado sobre o sistema e falhas que precisavam ser – e que foram – corrigidas. O contrato para uma coleta pontual de preços em mais de 400 lojas diferentes também deixou clara a importância de manterem uma receita recorrente, através de projetos fixos, para a sustentabilidade do negócio.

Um negócio feito de gente

Uma estratégia importante foi investir em pessoas talentosas para a equipe – desde o quadro societário, até os cargos dentro da empresa.

Pessoas aliás, é o “P” principal para ele na hierarquia corporativa, que  envolve:

  • Pessoas
  • Processos
  • Produtos

Segundo Marcus Roggero, sua natureza organizativa o coloca em contato com o segundo fator e seu cargo de head de produto o envolve diretamente com o terceiro. Mas, ele espera poder manter sua equipe satisfeita e o ENPS (avaliação do grau de satisfação) dos colaboradores tão alto quanto atual – que supera bastante a média do mercado geral.

É bastante realista em seu conceito de felicidade, sabendo que há momentos em que as experiências são mais ou menos intensas. Mas deseja que sua equipe esteja satisfeita, porque sabe que são criteriosos em selecionar pessoas talentosas e espera retê-las na equipe.

Realização em equipe

Desde a criação da InfoPrice, o projeto e os sócios passaram por um bom processo de desenvolvimento e amadurecimento. Foi um período em que Marcus foi se encontrando profissionalmente e diz que gosta do que faz.

A sociedade fez com que os 3 sócios encontrassem a experiência, liderança e amizade em naturezas muito diferentes, mas com alguns pontos em comum.

Segundo Marcus, todos são hiper comprometidos e compartilham uma rotina de trabalharem muito, embora com agendas diferentes. Ele inicia o trabalho pela manhã e vai até tarde da noite, sendo bastante comum passar as madrugadas acordado  Paulo começa cedo e fica até muito tarde e Cruj, embora menos afeito a uma agenda previsível, é alguém que chega a ficar no trabalho até de madrugada e nos fins de semana para entregar um projeto.

Marcus Roggero é pouco operacional, mas muito racional e ligado á métricas e números. Já Paulo é muito esforçado, incisivo, beirando a teimosia, segundo ele, mas sabendo direcionar os melhores aspectos de sua natureza na liderança da empresa. Já Cruj, corinthiano e da engenharia mecatrônica, enquanto Marcus é palmeirense e da engenharia civil, eram quase inimigos no começo. Mas descobriram que compartilhavam uma vertente “pacificadora” para resolver eventuais conflitos na sociedade.

Cruj é descrito como alguém que gosta de pouco controle, mas sendo muito obstinado. Mantém uma visão um horizontal da gestão, visto que não gosta de receber ordens e nem delegar tarefas. É o “Professor Pardal” (personagem da Walt Disney) da equipe, e que dá pouco valor ao capital, às burocracias dos processos contratuais e acredita muito nas pessoas.

Paulo e Cruj compartilham um olhar ansioso para o futuro e Marcus tenta colocar a casa em pé na execução. O time se complementa muito pessoal e profissionalmente, pelos gostos de cada um e jeito de trabalhar e lidar com as pessoas.

Sobre a InfoPrice

Esta é uma parte da trajetória de um dos fundadores da InfoPrice. A história de Marcus ainda não acabou, assim como a da InfoPrice.

Clique aqui para entender um pouco mais sobre nossa tecnologia e modelo de negócios, que estão revolucionando o varejo!