O que é e como funciona o Gerenciamento de Categoria?

gerenciamento de categoria

O Gerenciamento de Categoria é uma metodologia presente no modelo ECR (Efficient Consumer Response), ou seja, Resposta Eficiente ao Consumidor. Ele se trata de um processo de parceria entre varejista e fornecedor para definir as categorias de produtos conforme a necessidade que atendam (ex: matinais, beleza, limpeza) e gerenciá-las como se fossem unidades estratégicas de negócios.

O método tem como objetivo aumentar as vendas e a lucratividade por meio de esforços para agregar maior valor ao consumidor final. Para isso, existe um trabalho de entender muito bem quem é o cliente e o que ele precisa, além de se executar ações focadas em otimizar a área de vendas da loja, de forma que a rentabilidade dos produtos seja ampliada.

Entre as ações práticas, no Gerenciamento de Categoria há a possibilidade de gerar uma melhor organização dos produtos dentro da loja conforme o que o cliente precisa, mantendo, entre outros, disponibilidade de estoque, boa sinalização e preço adequado ao público-alvo.

Um exemplo, seria olhar estrategicamente para a categoria alimentar e entender que é estratégico que ela esteja situada em uma área próxima à categoria de bebidas.

Outro exemplo seria segmentar a categoria de bebidas em subcategorias, como alcoólicas, fermentadas, destiladas, não alcoólicas, isotônicas, carbonatadas, não carbonatadas e etc. Ou ainda, trabalhar os SKUs, ordenando produtos por variáveis de embalagens, sabores, cores, fragrâncias e etc.

O profissional responsável pelo Gerenciamento de Categoria é alguém que consegue interpretar os relatórios de vendas dos produtos, na Curva ABC, por região, loja e etc, e assim tomar decisões que ajustem o produto e espaço físico da loja.

 

Como obter informações para o Gerenciamento de Categoria?

Com a ajuda de tecnologias de inteligência para o varejo, é possível conhecer dados relevantes sobre a venda de seus produtos e compará-los a seus concorrentes.

A vantagem destes serviço é justamente a de poder contar com dados de alta confiabilidade e gerados de forma automatizada. O trabalho é menor, a tomada de decisão tende a ser muito mais assertiva e ações podem ser implementadas de forma rápida, com base em um cenário real do negócio.

Um bom relatório para o Gerenciamento de Categorias precisa conter informações sobre a venda dos produtos da Curva ABC, preços, além de vendas por região e loja. Isto te dará uma boa percepção sobre como melhorar a exposição dos itens ante o consumidor.

 

O que analisar no Gerenciamento de Categoria?

Com os dados em mãos é preciso analisá-los, questionando o que cada um traz de insight para a definição da categoria. Em seguida, é necessário planejar, propor e executar ações para otimizar a venda do produto. Procure observar estes fatores:

  • Sortimento: quais produtos são relevantes para seus consumidores e, ao mesmo tempo, para atingir os objetivos do negócio;
  • Reposição: como fazer para que os itens sempre estejam em estoque, evitando rupturas;
  • Preços: quais os preços que serão trabalhados para o consumidor final dos produtos da categoria analisada;
  • Promoção: quais serão as promoções realizadas e canais utilizados na divulgação;
  • Apresentação: como a categoria será apresentada na gôndola do mercado, onde ficará situada, qual o layout, itens próximos, etc;
  • Novos produtos: como identificar novas oportunidades de vendas e tendências de mercado.

 

Leia também:

Trade Marketing: o que é e como aplicar em seus negócios
Shopper Marketing: tudo que você precisa saber